Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2017

A DPC FALA SOBRE O FUTURO DO MARINHEIRO PROFISSIONAL DE ESPORTE E RECEIO.

Imagem
A lei que trata da profissão do Marinheiro de Esporte e Recreio brasileiro, ao que parece, está muito perto de ser aprovada. 
Digo isso, com base nas últimas informações oficiais obtidas no site da Prefeitura Municipal de Angra dos Reis.


Nesse rumo, em 03FEV17, na cidade de Angra dos Reis-RJ, um claro sinal brilhou como a luz de um farol, onde o atual diretor da DPC - Diretoria de Portos e Costas, Vice-Almirante Wilson Pereira de Lima Filho falou aos presentes sobre o “futuro” dos profissionais da marinha de esporte e recreio.





Quem lá esteve, compartilha comigo o mesmo sentimento, pois é pouco provável que o Comandante da DPC (***), jamais diria sobre as alterações que fará na NORMAM-03 e legislação correlata, caso não tivesse a mínima convicção de que o PL 5812∕13 (tramita em conjunto com o PL 6106∕13) não seria aprovado. É a minha impressão do que li no site da prefeitura de Angra dos Reis-RJ.
Independente disso, a aprovação da lei é o que todos os Marinheiros Profissionais de Esporte e…

FÓRUM NÁUTICO "NAVEGAR É PRECISO" - 1ª EDIÇÃO.

Imagem
Em 11FEV17, na sede do Baia de São Vicente Iate Clube, no Município de São Vicente-SP, por meio de iniciativa da Secretaria de Turismo (SETUR) daquela municipalidade, foi instalado o Fórum Náutico "NAVEGAR é PRECISO" (1ª edição), com o objetivo de ouvir a comunidade náutica local e Região.


Sob a presidência do então secretário de Turismo, Dr. Henrique Adhemar Marques Junior (médico e músico), várias autoridades (civis e militares), diretores de entidades náuticas, marinheiros e proprietários de embarcações, deram suas contribuições aos temas suscitados, conforme seguem (em ordem alfabética):
- Educação Ambiental; - Ponte Pênsil e o impedimento de tráfego de embarcações de esporte e recreio de médio e grande porte; - Regulamentação da Profissão do Marinheiro de Esporte e Recreio; - Segurança Pública; - Serviços realizados pelo Baia de São Vicente Iate Clube (Sala-Rádio e Coleta de Lixo) e - Turismo Náutico de Negócios, etc. O referido evento não foi conclusivo e, portanto, segundo p…

A FALTA DE ESTRUTURA NAS CIDADES-MARINHEIRAS BRASILEIRAS.

Imagem
O mercado de trabalho, de um modo geral, regula preços e salários, oferta e procura, limites de produção, serviços, padrões de habitação, mobilidade urbana, enfim, dá o tom da qualidade de vida dos habitantes de um lugar, ou seja, dos munícipes.

É nas cidades que as pessoas e as empresas se reúnem para se desenvolverem, obviamente, atraídas pela sua infraestrutura, política de tributos, plano diretor, gerenciamento costeiro, políticas sociais, comércio, indústria, turismo, lazer, saúde, habitação, segurança, etc., enfim, na busca do crescimento.

Quando o poder público municipal é competente o bastante para reunir, senão todos os recursos, mas o suficiente para que os cidadãos vivam com o mínimo de dignidade, certamente, esse município pode ser considerado atraente.

O Brasil possui 5.570 municípios e quase 10% desse total, localiza-se no litoral, representando 26% da população brasileira (50,7 milhões de habitantes), segundo dados do IBGE 2010.

Dados oficiais também revelam que, de 10% a 3…