Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2016

AS CATEGORIAS DE HABILITAÇÃO DO AMADOR.

Imagem
As informações e os procedimentos necessários para habilitação nas categorias de amadores para a condução das embarcações de esporte e recreio estão descritas no capítulo 5 da NORMAM-03/DPC na seguinte ordem, conforme as modificações trazidas pela Portaria  DPC n. 250, de 16 de agosto de 2016:

1 - Categorias de amadores; 2 - Correspondências de Categorias de Habilitação (Amadores X Profissionais); 3 - Dispensa de habilitação; 4 - Renovação da habilitação; 5 - Suspensão da habilitação; 6 - Cancelamento da habilitação;
7 - Composição da Tripulação;
8 - Habilitação estrangeira e 9 - Disposições Gerais.

Nota 1: Antes das modificações promovidas pela Portaria 250/16, o referido Capítulo 5 não dispunha de um item específico para tratar da habilitação estrangeira. 



Em que pese os nove temas listados acima, iremos estudar apenas as categorias de amadores (item 1). 
Antes de prosseguirmos, é de suma importância relembrarmos os significados de amador e aquaviário seguem definidos, respectivamente, nos inci…

APA MARINHA DO LITORAL SUL E ARIE DO GUARÁ

Imagem
Na postagem anterior, estudamos brevemente sobre APA Marinha do Litoral Centro (APAMLC).

Agora, vamos conhecer um pouco sobre a APA Marinha do Litoral Sul (APAMLS) e a Área de Relevante Interesse Ecológico (ARIE) do Guará. 

A APAMLS possui uma área total de 368.742,53 ha, correspondendo o litoral dos municípios de Iguape, Ilha Comprida e Cananéia, formando um setor. 

Para fins conservação da biodiversidade, combate de atividades predatórias, controle da poluição e produção da pesca sustentável, são consideradas as seguintes áreas de manejo especial:


Ilha do Bom Abrigo e Ilha da Figueira Sul, ambas situadas no município de Cananéia;

ATIVIDADES PERMITIDAS NA APAMLS Pesquisa científica;Manejo sustentável de recursos marinhos;Pesca necessária à garantia da qualidade de vida das comunidades tradicionais, bem como aquela de natureza amadora e esportiva;Moradia e extrativismo necessário à subsistência familiar;Ecoturismo, mergulho e demais formas de turismo marítimo;Educação ambiental relacionada…

APA MARINHA DO LITORAL CENTRO

Imagem
Na postagem anterior, conhecemos a APA Marinha do Litoral Norte.
Nesta postagem, vamos conhecer APA Marinha do Litoral Centro (APAMLC).
A APAMLC constitui uma área de 453.082,704ha e abrange os seguintes setores:
1. Guaibê - localizado no litoral dos municípios de Guarujá e Bertioga;
2. Itaguaçu, - localizado no litoral do município de Santos.
3. Carijó - localizado no litoral dos municípios de São Vicente, Praia Grande, Mongaguá, Itanhaém e Peruíbe. 
4. Manguezais situados no município de Bertioga:  Rios Itaguaré, Guaratuba, Itapanhaú e Canal de Bertioga;
5. Manguezais situados no município de Itanhaém: Rio Itanhaém.
6. Manguezais situados no município de Peruíbe: Rios Preto e Branco (áreas de manejo especial).
ATIVIDADES PERMITIDAS NA APAMLC
Pesquisa científica;Manejo sustentável de recursos marinhos;Pesca necessária à garantia da qualidade de vida das comunidades tradicionais, bem como aquela de natureza amadora e esportiva;Moradia e extrativismo necessário à subsistência familiar;Ecoturismo…

APA MARINHA DO LITORAL NORTE.

Imagem
Na postagem anterior, demos início ao tema APAs-Marinhas do Litoral Paulista.
Nesta oportunidade vamos conhecer a APA Marinha do Litoral Norte e a Área de Relevante Interesse Ecológico de São Sebastião.
A referida Área de Proteção Ambiental (APA) é formada pelos setores:
1. Cunhambebe - localizado no litoral dos municípios de Ubatuba e Caraguatatuba;
2. Maembipe - localizado no litoral do município de Ilhabela.
3. Ypautiba - localizado no litoral do município de São Sebastião. 
4. Manguezais situados no município de Ubatuba:  Praia da Lagoa, Rios Indaiá, Grande, Tavares, Acaraú, Maranduba, Ubatumirim, Onça, Puruba, Prumirim, Itamambuca, Comprido e Escuro;
5. Manguezais situados no município de Caraguatatuba: Lagoa Azul e aos Rios Mococa, Gracuí, Tabatinga, Massaguaçu, Lagoa e Jequeriquerê.
6. Manguezais situados no município de Ilha Bela: Rios Una, Saí e Cubatão, Pariquera.
7. Manguezais situados no município de São Sebastião: Áreas do Araçá e da Enseada/Canto do mar.

ATIVIDADES PERMITIDAS NA A…

APAs MARINHAS DO LITORAL PAULISTA PROTEGIDAS POR LEI.

Imagem
Dando continuidade na reprodução de temas sobre o meio ambiente marinho, desta vez, vou falar um pouco sobre as áreas marinhas do Estado de São Paulo protegidas por lei.
O objetivo desta postagem é informar o navegador de esporte e recreio, resumidamente sobre as áreas consideradas protegidas por lei.



APA Marinha é uma Unidade de Conservação (UC), geralmente, localizada entre outras áreas oceânicas e áreas da Mata Atlântica, igualmente protegidos por lei. 

Em resumo, uma APA Marinha é a zona costeira que se conecta às áreas protegidas da Mata Atlântica e as do oceano e formam um complexo ecossistema.

E por se localizarem no litoral paulista, as APAs Marinhas complementam a proteção ao entorno de unidades de conservação de proteção integral estaduais, como os Parques Estaduais da Serra do Mar, de Ilha Anchieta, de Ilhabela, da Laje de Santos, Ilha do Cardoso, e federais, como as Estações Ecológicas Tupinambás e Tupiniquins.

Para tanto, é necessário um programa, um plano de ação que constitu…

CONTENÇÃO DE CETÁCEOS

Imagem
Na postagem anterior tratamos sobre a contenção de leões e lobos marinhos.

Desta vez, iremos tratar da contenção de cetáceos.

PROCEDIMENTOS GERAIS - CETÁCEOS VIVOS ENCALHADOS NAS PRAIAS
Isolar a área com cordas ou barreiras. 
Chamar especialista (recomendo o GREMAR). Evitar manipulações e toques excessivos, assim como estímulos sonoros e visuais durante o resgaste e o transporte do animal.
Manter distância do orifício respiratório, nunca respirar o ar expirado pelo animal, pode transmitir diversas doenças.
Utilizar luvas e máscaras descartáveis para o manejo.

RESGATE - ANIMAIS DE PEQUENO PORTE
Remover o animal para dentro da água utilizando uma maca ou prancha de madeira Quando na água suportar o animal manualmente pelo tórax com o orifício respiratório acima da superfície, pois o animal poderá não conseguir nadar sozinho.
Manter esse procedimento até a chegada dos técnicos (recomendo o GREMAR)




RESGATE - ANIMAIS DE GRANDE PORTE
Não mover o animal. 
Jamais tentar puxá-lo pela nadadeira caudal.
Utili…

CONTENÇÃO DE LEÕES E LOBOS MARINHOS

Imagem
Na postagem anterior tratamos sobre a contenção de aves marinhas.

Desta vez, iremos tratar da contenção de leões e lobos marinhos.




PROCEDIMENTOS GERAIS
Isolar a área com cordas ou barreiras. 
Chamar especialista (recomendo o GREMAR). Evitar manipulações e toques excessivos, assim como estímulos sonoros e visuais durante o resgaste e o transporte.
Se o animal estiver ativo, mantenha distância, pois ele poderá morder.
Manter distância do focinho do animal.
Caso haja presença de secreção respiratória (catarro) usar máscara descartável, pois há perigo de transmissão de tuberculose  e/ou pneumonia.

RESGATE - Será necessário quando:
Animal estiver apático, não se incomoda com a presença das pessoas, não apresenta reação de fuga.

Animal se apresenta extremamente magro (pele solta, notam-se as costelas e as vértebras).

Animal apresenta ferida extensa, evidente.

Presença de grande quantidade de secreção respiratória no focinho.

Animal em convulsão ou estado de choque.






OBSERVAÇÕES
No caso de necessidade de tra…

CONTENÇÃO DE AVES MARINHAS.

Imagem
Inauguro hoje, uma série de postagens sobre o meio ambiente marinho.
Nesta primeira postagem, quero compartilhar importantes ensinamentos sobre contenção de aves.

Vejamos.

PROCEDIMENTOS GERAIS
Caso seja necessário, utilizar puçá grande, que caiba a ave inteira.
Proteja-se de bicadas nos olhos e nas mãos com óculos e luvas de raspa sempre que possível.

PINGUINS
Segurar a cabeça por trás imobilizando-a com o intuito de evitar bicadas.
Ao levantar a ave, apoiar pela barriga, sustentando o peso do corpo.
Evite suspendê-lo pelas asas, pois poderão quebrar com facilidade.
Evite o alcance das patas, pois poderão causar arranhões.



OUTRAS AVES MARINHAS
Imobilizar a cabeça por trás agilmente.
No caso da contenção de um Atobá imobilize o bico sem fechá-lo, pois isso poderá dificultar a respiração.
Imobilizar as asas em seguida, pois a ave irá se debater.
Para imobilizar as asas, mantenha-as fechadas junto ao corpo da ave ou junte as bases das asas sobre as costas demo do que uma pessoa possa segurar com apenas…